Ensaios Por

Ensaio: Um Sonho de GTi

Ensaio: Um Sonho de GTi

Quem era moleque e apaixonado por carro entre o final da década de 80 e inicio da década de 90, tinha um sonho: “Comprar um Gol GTi, quando crescer”. O GTi foi um dos esportivos fabricados no Brasil que marcaram época, principalmente na sua cor mais chamativa: O famoso Branco Perola.Eu era um destes garotos que sonhava com um GTi, mas infelizmente meus caminhos apontaram para um Corsa 96 que esta na minha garagem a 8 anos, um dia quem sabe conto a historia para vocês. Mas voltamos ao que interessa: o GTi Branco Perola, desta matéria ano 92/93 com o famoso motor AP 2.0 do nosso amigo Kauan.

A coincidência destes dois começa no ano de 1988, quando a VW lançou o Gol GTi no mercado e a mãe lançou o Kauan para a vida. A paixão pelo carro existe desde pequeno e ele era um daqueles moleques que tinha o sonho de comprar um GTi. O tempo passou e a oportunidade de comprar o carro dos sonhos nunca apareceu, então a vida foi sendo tocada. Em uma terça feita qualquer, um role no Sambódromo fez o coração bater mais rápido quando encontrou o GTi Branco Perola com uma placa de vende-se. Foi paixão a primeira vista, o Gol tinha algumas marcas do tempo mas nada diminuiu a sensação de ter encontrado o “grande amor”. Sem grana no banco, mas com uma Saveiro G3 2001 na garagem, a proposta foi feita: “Aceita Troca Chave na Chave?”. A negociação durou uma semana, muitos amigos criticaram a troca pois iria pegar um carro quase 10 anos mais velho que a Saveiro.

Nestas horas a opinião dos amigos é importante, mas se tem um sonho….siga em frente e com isso o Gol Gti teve um novo dono. O Gti precisava de carinho, pois itens como os milhas redondos, pára-choque, frisos, estofamento não estavam a altura do carro. Aos poucos os detalhes foram sendo modificados e o Gti ganhava vida novamente, mas faltava um jogo de rodas que combinasse com o carro. Ta certo que quando chegou as suas mãos estava calçada com as tradicionais Orbitais aro 17”, mas poderia ser melhor. Graças a BRW isso foi possível, com as réplicas das rodas originais aro 17”, as lindas Pingo D’agua, que receberam pneus Nankang 185/35R17. A suspensão também foi refeita pela galera da Drift Suspension de São Bernardo do Campo.

Há muitos detalhes a serem feitos no GTi pelo Kauan, mas a paixão pelo carro mostra que um clássico como este dificilmente vai mudar de garagem tão cedo, que em breve ele vai estar tão impecável quanto saiu de fábrica a mais de 20 anos atrás.

Drift Suspension  Av Senador Vergueiro 1671 – SBC – Fone: 4332-3121 ou Rua Florida, 26 – SCS – Fone: 4224-3771

Fotos: Adriano CP

Fotos: Kleber Mazzei

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>